Arquivo para obesidade - Farmácia Artesanal Inovação
364
archive,tag,tag-obesidade,tag-364,qode-quick-links-1.0,translatepress-pt_BR,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Diferentes fitoterápicos com potencial ação para tratar a dislipidemia A dislipidemia pode ser definida como a elevação dos níveis séricos do colesterol, triglicérides, LDL, enquanto os níveis de HDL permanecem baixos....

O filo bacteriano presente (composto por milhares de gêneros e espécies bacterianas) no corpo humano, inclui Actinobacteria, Bacteroidetes, Firmicutes e Proteobacteria (Tabela 1) (COREEN; JAMES, 2012).

 

Uma vez considerado como um problema dos países desenvolvidos, a obesidade e as complicações relacionadas a ela (como a Síndrome Metabólica) estão se espalhando rapidamente por todo o mundo. Assim, os estudos a seguir avaliaram a aplicação do Cissus quadrangularis no tratamento da Síndrome Metabólica, particularmente na perda de peso e na obesidade central. Cissus quadrangularis é uma planta muito utilizada nos países do oriente, e análises fitoquímicas revelam um alto conteúdo de ácido ascórbico, caroteno, fitoesterois e cálcio. Todos estes componentes possuem efeitos potenciais metabólicos e fisiológicos (OBEN, et al., 2006). Extratos e pós de C. quadrangularis tem sido utilizado a muitos anos para promover a cicatrização de ossos e tecidos, como analgésico, para o tratamento de infecções, como anabólico e para promover perda e manutenção de peso (STOHS; RAY, 2012).

A Diabetes Mellitus é uma desordem metabólica causada por insuficiência ou ineficiência à resposta a secreção de insulina, e é caracterizada por elevados níveis de glicose no sangue. Existem três defeitos chaves para o aparecimento de hiperglicemia na DM, o aumento da produção de glicose hepática, diminuição da secreção de insulina, e ação deficiente da insulina. Os fármacos tradicionais para o tratamento da DM agem melhorando a sensibilidade à insulina, aumentando a produção e/ou diminuindo a quantidade de glicose no sangue. A Gymnema sylvestre (GS) age aumentando a secreção de insulina, melhorando a recaptação de glicose pelo tecido adiposo e pela musculatura esquelética, inibindo a absorção de glicose intestinal e inibindo a produção hepática de glicose (PRABHAKAR, et al., 2011).

Reposição de Testosterona no Hipogonadismo

Há uma alta prevalência de hipogonadismo na população idosa masculina adulta e a proporção de homens mais velhos, na população, com a síndrome deverá aumentar no futuro. O hipogonadismo aumenta com a idade, e está significativamente associado com várias comorbidades, tais como obesidade, diabetes tipo 2, hipertensão, osteoporose e síndrome metabólica (DANDONA et al, 2010).