Seaberry

Seaberry, suplementação rica em diferentes componentes e ainda alto potencial antioxidante, seus benefícios alcanças variadas desordens do organismo e variados sistemas.

O Seaberry (Hippophae rhamnoides) é um nutracêutico rico em ácido palmitoleico, linoleico, alfa linoleico e gama linoleico, possui excelente conteúdo de ácidos graxos, quando comparado ao ômega comum,. Possui rica composição de diferentes tipos de ômegas, 3, 6 e 9.

Além disso ainda tem em sua composição, antioxidantes variados (flavonoides, licopenos, carotenoides e fitoestérois), seus benefícios também podem estar relacionadas as vitaminas ao conteúdo de vitaminas presente, A, B1, B12 C, E, K, não apenas estas, mas também vitaminas do complexo B.

(Zielińska & Nowak, 2017; Solà Marsiñach & Cuenca, 2019)

Propriedades do Seaberry

Todavia além de possuir uma rica composição é de origem 100% vegetal, fonte vegana de ômegas (3, 6 e 9). Desse modo, entre seus benefícios estão, atividade anti-inflamatória, coadjuvante na redução de danos associados a síndrome metabólica, prevenção de doenças neurodegenerativas, bem como efeito antioxidante, sobre o sistema cardiovascular, mas também na proteção contra os raios UV, podendo atuar também na diminuição de úlceras gastrointestinal e protetor hepático.

(Zielińska & Nowak, 2017; Patel et al., 2012)

Composição de ácidos graxos no seaberry

No conteúdo de ácidos graxos de Seaberry está presente moléculas de ácidos graxos, monoinsaturados, polinsaturado e saturados. Normalmente os ácidos graxos estão envolvidos com o metabolismo e função estrutural de diversas moléculas do organismo.

Tem por finalidade não apenas atuação na composição de células da membrana , mas também é responsável pelo transporte de algumas vitaminas. Além disso está relacionado ao controle  de conteúdo lipídico presente no plasma. Entretanto, os ácidos graxos produz um número considerável de  precursores, eicosanoides, hormônios esteroides e ácidos biliares. Além disso, pode ser uma considerado uma importante fonte energética.

(Zielińska & Nowak, 2017; Solà Marsiñach & Cuenca, 2019)

Possíveis mecanismos de ação

Em síntese entre as suas diversas atuação está ação calmante sobre sobre o trato digestivo, tendo como efeito redução de quadros de úlcera gástrica bem como redução da inflamação duodenal. Pode também levar a redução de desordens reumáticas, reduzir também índices lipídicos e ainda pode atuar na redução de danos causados as membranas devido a oxidação lipídica, favorecendo assim, redução de quadros de doenças neurodegenerativas, bem como cardiovascular.

Devido ao seu alto potencial antioxidante pode auxiliar no combate aos radicais livres, na restauração tecidual, propiciando melhora de desordens do tecido cutâneo e do processo de cicatrização, além do mais ainda pode reduzir danos associados ao processo de envelhecimento, com melhora da elasticidade e da estrutura do tecido cutâneo, conduzindo a uma limitada perda de água transepidermal.

Auxilia na otimização da resposta do sistema imunológico, auxiliando no combater infecções e microrganismos. Além do mais ainda pode auxiliar na melhora do estímulo da função cerebral bem como do sistema nervoso, podendo atuar também na resposta comportamental.

(Zielińska & Nowak, 2017; Olas et al., 2018)

Características da seaberry

O Seaberry apresenta sobretudo a facilidade de ser hidrossolúvel, e dessa forma pode ser veiculado em diferentes formas farmacêuticas, a saber, cápsulas, sachês, chocolate terapêutico, gomas de colágeno, jujubas e drops, e estes ainda podem ser saborizados.

Dessa forma, a administração oral do Seaberry permite comodidade e praticidade, tendo em vista a possibilidade de utilização de diferentes veículos com a finalidade de obter-se significativos resultados com a terapêutica, assim também os seus variados benefícios terapêuticos.  

fruto seaberry

(Patel et al., 2012)

Indicação e benefícios

  • Redução da síndrome metabólica, auxiliando no controle dos níveis de glicêmicos e na otimização da sensibilidade a insulina;
  • Na obesidade;
  • Pode estimular prevenção do efeito antienvelhecimento;
  • Ação benéfica no processo de cicatrização por reduzir a resposta mediado por moléculas mediadoras da inflamação;
  • Atividade antibacteriana e ainda pode atura na melhora de sintomas da dermatite atópica;
  • Melhora da circulação sanguínea e oxigenação do tecido cutânea;
  • Suas propriedades podem prevenir desenvolvimento de  alergias;
  • Seu efeito antioxidante está relacionado a redução de doenças cardiovasculares e dislipidemias, reduzindo o acúmulo de lipídeos nas membranas;
  • Outra propriedade do seaberry esta na capacidade de atuar na modulação do sistema imune, por meio de inibição de citocinas mediadoras da inflamação, além de conseguir atuar na modulação da resposta inflamatória.
(Zielińska & Nowak, 2017; Suryakumar & Gupta, 2011; Patel et al., 2012)

Classificado como uma das 10 “super frutas” do mundo, o Seaberry vem sendo cada vez mais procurada por médicos e nutricionistas, como uma alternativa suplementar.

 

Faça o download do arquivo no link abaixo e saiba mais sobre o assunto.

Você precisa estar logado para ver este conteúdo.
Após análise do cadastro, a Farmácia Artesanal se reserva no direito de não autorizar o acesso ao conteúdo técnico.
Conforme a RDC23/2008, art. 36 – Para a divulgação de informações sobre medicamentos manipulados é facultado às farmácias o direito de fornecer, exclusivamente, aos profissionais habilitados a prescrever.

 

Referencias

Olas, B., Skalski, B., & Ulanowska, K. (2018). The Anticancer Activity of Sea Buckthorn [Elaeagnus rhamnoides (L.) A. Nelson]. Frontiers in pharmacology9, 232.

Patel, C. A., Divakar, K., Santani, D., Solanki, H. K., & Thakkar, J. H. (2012). Remedial Prospective of Hippophae rhamnoides Linn. (Sea Buckthorn). ISRN pharmacology2012, 436857.

Suryakumar, G., & Gupta, A. (2011). Medicinal and therapeutic potential of Sea buckthorn (Hippophae rhamnoides L.). Journal of Ethnopharmacology, 138(2), 268-78.

Solà Marsiñach, M., & Cuenca, A. P. (2019). The impact of sea buckthorn oil fatty acids on human health. Lipids in health and disease18(1), 145.

Zielińska, A., & Nowak, I. (2017). Abundance of active ingredients in sea-buckthorn oil. Lipids in health and disease16(1), 95.

Veja outros artigos

Telemedicina
Médicos

Telemedicina

Conforme o cenário atual, no enfrentamento da infecção por Covid-19, a telemedicina torna-se uma ferramenta primordial para a assistência médica ainda que por intermédio de

Deixe um comentário