Alergias e probióticos - mulher feliz

Prevenção e tratamento de diversas desordens no organismo com Probióticos

Probióticos são microrganismos e, usualmente, são bactérias ácido láticas. Probióticos para o tratamento alergias são utilizados em suplementação para modificar a composição da microbiota através do estímulo e modulação do sistema imune.

Desordens relacionados aos probióticos, normalmente, está associada a disbiose, que é o desequilíbrio na composição da microbiota e as respostas que, consequentemente, serão desencadeadas para defesa ou pode estar também relacionada a uma resposta exacerbada do organismo.

(Lee et al., 2020; Rachid; Chatila, 2016; Pascal et al., 2018)

Impacto da microbiota na resposta do organismo

A presença de alergia alimentar pode promover uma maior predisposição para o aparecimento de diferentes condições patológicas, apresentando marcadores atópicos aumentados, doenças inflamatórias intestinai, alterações na permeabilidade e disfunções intestinais.

(Berni Canani et al., 2019)

 Impacto da disbiose e alterações que podem ser provocadas ao organismo

disbiose e resposta individual

(Berni Canani et al., 2019)

Imunomodulação do sistema imune com probióticos para alergia

O uso de probióticos leva ao estímulo do sistema imune, com inibição ou liberação de moléculas, e desse modo, pode desencadear alterações na regulação e equilíbrio dos processos inflamatórios.

Devido a essa imunomodulação, os probióticos são convenientes sobre as alergias, aonde o sistema imunológico reage de forma exacerbada a uma substância, levando a desgaste e exaustão em alguns processos e eventos.

(Berni Canani et al., 2019; Pascal et al., 2018; Lee et al., 2020)

Reequilíbrio da microflora

O uso de probióticos auxilia no reequilíbrio do sistema imunológico, resultando no controle de processos infecciosos e inflamatórios. A diferenciação de células T e por consequência desenvolvimento da resposta do sistema imune inato e adaptativo.

Além disso, ainda induz modulação da expressão gênica e estimula  proliferação e diferenciação celular (sistema imunológico).

(Lee et al., 2020; Hemarajata; Versalovic, 2013; Pascal et al., 2018)

Benefícios do uso dos probióticos para alergia

A terapia com uso de probióticos possibilita ainda benefícios dirigidos ao sistema digestório com desenvolvimento de microrganismos benéficos ao restabelecimento da microbiota e eliminação de cepas patogênicas trato digestivo.

Restabelecendo desse modo a funcionalidade e também a diversidade da microbioma do trato gastrointestinal, sendo este necessário, especialmente, após uso de antibióticos.

Os principais probióticos são Lactobacillus acidophilus, Lactobacillus casei, Lactobacillus reuteri, Lactobacillus rhamnosus, Lactobacillus bulgaricus, Lactobacillus bifidum.

(Hemarajata; Versalovic, 2013; Pascal et al., 2018)

Probióticos e as diversas formas farmacêuticas

Há possibilidades de uso dos probióticos em diversas formas farmacêuticas, podendo ser por via oral, uso tópica, stick labial ou uso nasal, permitindo assim, seus benefícios terapêuticos sejam estendidos a todo o organismo por meio de vias de sinalização.

A utilização de probióticos permite prevenção e tratamento de alergias, são notórios ainda seus efeitos na imunomodulação para tratamento das alergias, tendo benefícios sobre a saúde da pele, microbiota intestinal, imunidade, resposta anti-inflamatória entre outras propriedades.

(Rachid; Chatila, 2016)

Você precisa estar logado para ver este conteúdo. Após análise do cadastro, a Farmácia Artesanal se reserva no direito de não autorizar o acesso ao conteúdo técnico. Conforme a RDC23/2008, art. 36 – Para a divulgação de informações sobre medicamentos manipulados é facultado às farmácias o direito de fornecer, exclusivamente, aos profissionais habilitados a prescrever.

Referências

Na escrita do post fizemos o uso de algumas referências de literaturas que se encontram neste link Referências post.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas suas redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp