sinais do envelhecimento

A preocupação com os sinais do envelhecimento é uma condição que afeta todos os públicos, sendo causada por diversos fatores.

A prevenção ou redução dos sinais do envelhecimento é um anseio que implica a utilização de novas tecnologias e pesquisa de moléculas que são detentoras de potencial redutor dos sinais do envelhecimento, como é o caso do Actifcol.

Actifcol um extrato do cogumelo shiitake, selecionado para aumentar a síntese e a qualidade do colágeno, bem como a redução de sua degradação, uma ferramenta para a transmissão da força de tensão. Sabemos que uma melhora na qualidade de colágeno relaciona-se diretamente com o aumento da firmeza da pele.

As propriedades do cogumelo são diversas e sobre a pele sua atuação é notória. Os benefícios que elas apresentam para a pele estão baseados na sua propriedade de aumentar a síntese de colágeno e na organização e firmeza das fibras de colágeno, promovendo um aspecto mais preservado da aparência da pele e efeito antiaging.

(TAOFIQ et al., 2016)

Propriedades antiaging do Actifcol™

A propriedade antiaging do Actifcol™ está em promover aumento e melhor qualidade do colágeno produzido. Actifcol ™ aumenta a síntese de colágeno e elastina ao elevar a expressão de RNAm, reduz a degradação de colágeno ao impedir o processo de carbamilação e promove melhora da qualidade e estabilidade das fibras de colágeno ao estimular as ações da PLOD.

Também aumenta os níveis de fibronectina, fator natural de aderência celular. O Actifcol™ atua ainda na redução de espécies reativas ao oxigênio (ROS), menor dano as proteínas e moléculas envolvidas na síntese de elastina e outras moléculas atuantes na síntese do colágeno (TAOFIQ et al., 2016).


Você precisa estar logado para ver este conteúdo.
Após análise do cadastro, a Farmácia Artesanal se reserva no direito de não autorizar o acesso ao conteúdo técnico.
Conforme a RDC23/2008, art. 36 – Para a divulgação de informações sobre medicamentos manipulados é facultado às farmácias o direito de fornecer, exclusivamente, aos profissionais habilitados a prescrever.

Referências

Na escrita do post fizemos o uso de algumas referências de literaturas que se encontram neste link Referências post.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas suas redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp