morikol

Morikol, tripeptídeo de colágeno marinho eleva a produção de colágeno.

A presença de biopeptídeos de colágeno reduz a perda de densidade e elasticidade da pele e ainda reduz a degradação de colágeno. Promove estímulo da proliferação, diferenciação de fibroblastos e hidratação e ainda reduz citocinas inflamatórias na pele e nas articulações.

Perda de colágeno com o envelhecimento

Embora em fases embrionárias aconteça uma constituição regular e acentuada de fibroblastos na estrutura dérmica. A perda de colágeno é gradual com o passar dos anos e afeta todo e qualquer ser humano.

A partir da idade de 30 anos cerca de 1 % de colágeno é perdido a cada ano. E os sinais podem ser percebidos na aparência de um pele enrugada como também com rugas e linhas de expressão. Alguns fatores externos podem ser altamente relevantes para a perda de elasticidade.

Fig.1- Comparação de estruturas de uma pele jovem e de uma pele envelhecida

(Literatura técnica: Vepakum; Pedroso, 2009; Bolke et al., 2019; Varani et al., 2006)

A perda de colágeno é gradual com envelhecimento

Enquanto em uma pele jovem as fibras de colágeno tem como característica considerável quantidade de fibroblastos e organização do colágeno.  Já em contrapartida em uma pele madura é possível perceber a desorganização das fibras e reduzido número de fibrobastos.

Conforme estudos apontam o colágeno corresponde a 30% do conteúdo total de proteína e 6% do peso corporal corresponde a colágeno.

(Pedroso, 2009; Bolke et al., 2019)

Fig. 2- Comparação de estruturas de uma pele jovem e de uma pele envelhecida

(Varani et al., 2006)

Alternativa para reduzir sinais do envelhecimento

A suplementação tanto por via tópica como também por via oral é uma opção para reduzir os sinais do envelhecimento. Seja homem ou mulher ter uma pele esticadinha e uniforme é sonho de muitos.

Uso oral – Substâncias de uso oral, como colágeno hidrolisado, peptídeos bioativos de colágeno, estímulo da atividade de fibroblastos, aminoácidos, vitaminas e vegetais (fitoterápicos) com potencial antioxidante e antiglicante podem ser uma considerável opção contra os sinais do envelhecimento.

Uso tópico – Já é conhecido de muitos que a atuação de fatores de crescimento, substâncias indutoras de colágeno e de fibroblastos, redução da atividade de enzimas que degradam colágeno e elastina, aumento da ação antioxidante, indutores da renovação celular e da hidratação estão entre as opções mais utilizadas nos consultórios a fim de reduzir o envelhecimento cutâneo.

(Varani et al., 2006; Bolke et al., 2019)

O que é o morikol?

Ademias morikol tem em sua composição 15% de peptídeos de baixo peso. Estas moléculas de baixo peso molecular apresentam cadeias menores de proteínas tendo como resultado facilitada digestão e por consequência resulta em alta biodisponibilidade no organismo.

Fig.3- Representação esquemática de morikol

No entanto, Morikol fornece 15 vezes mais peptídeos de baixo peso molecular (<300 Da). Em sua produção utiliza-se processo enzimático o que resulta num peptídeo de colágeno de baixo peso molecular (LMWCP).

(Literatura técnica: DolCas Biotech, LLC; Kim et al., 2018; Ohara et al., 2010)

Como a produção de colágeno pode ser melhorada pelo morikol?

E com isso morikol promove melhorada absorção e, consequentemente, biodisponibilidade para sua atividade no organismo e com isso resultados altamente significativos promovendo, saúde e bem estar nas mais variadas rotinas.

(Literatura técnica: DolCas Biotech, LLC; Kim et al., 2018; Ohara et al., 2010)

Morikol pode prevenir danos a pele exposta a radiação UVB

Conforme altamente biodisponível e encontrado em altas concentrações plasmáticas após a sua ingestão, morikol possui também a capacidade de prevenir danos da pele exposta à radiação UVB.

Fig. 4- Absorção de morikol no organismo

 

De certo já é conhecido os prejuízos da exposição aos raios UVB através do aumento da liberação de MMPs (enzimas de degradação), especialmente as MMPs 1, 3 e 9 que penetram nas camadas mais profundas da pele e danificam as fibras colágenas. Os tripeptídeos de colágeno marinho (MoriKol) podem auxiliar na proteção das fibras de colágeno, e tem por resultado redução da liberação de MMPs.

(Literatura técnica: DolCas Biotech, LLC)

Alta biodisponibilidade do morikol

Com efeito uma alta biodisponibilidade de peptídeos bioativos de colágeno de baixo peso molecular promove elevada absorção e dessa forma permite também a entrega de uma sequência específica de aminoácidos (Glicina-Prolina-Hidroxiprolina), elementos essenciais para a produção de colágeno.

(Literatura técnica: DolCas Biotech, LLC; Kim et al., 2018)

Fig. 5- Comparação da biodisponibilidade de morikol e outros tipos de colágeno

(Literatura técnica: DolCas Biotech, LLC)

Mecanismo de ação de morikol no aumento da produção de colágeno

  • Induz desenvolvimento, migração e ativação de fibroblastos
  • Participa na indução da produção de colágeno tipo I devido a alta biodisponibilidade e absorção de peptídeos bioativos de colágeno
  • Com efeito atua na redução da expressão de metaloproteinases (MMPs) e da atividade das gelatinases

 

Indicação e benefícios de morikol

  • Estimula migração de fibroblastos
  • Indução da síntese de colágeno tipo I
  • Estimula hidratação, elasticidade e reduz fotoenvelhecimento cutâneo
  • Melhora da função de barreira e reduz perda de água transepidermal
  • Recuperação das fibras de colágeno e elastina.
(Literatura técnica: DolCas Biotech, LLC; Kim et al., 2018; Yazaki et al., 2017; Ohara et al., 2010)

Benefícios do morikol além da produção de colágeno

Melhora do desenvolvimento e migração de fibroblastos, eleva síntese de colágeno, reduz citocinas inflamatórias na pele e articulações e ainda melhora hidratação cutânea. Todavia a entrega de uma sequência dos aminoácidos (glicina-prolina-hidroxiprolina) é primordial para a produção de colágeno.

(Literatura técnica: DolCas Biotech, LLC; Kim et al., 2018)

Estudo

Tripeptídeos de colágeno  aumentou a hidratação cutânea

Um estudo duplo cego, randomizado e controlado por placebo, 64 mulheres, de idade de 40 a 60 anos diagnosticadas com fotoenvelhecimento. Fizeram uso diariamente de 1g de tripeptídeos de colágeno por 12 semanas.

Como resultado

Percebeu-se resultados significativos na redução das rugas, perda de água transepidermal  (TEWL) elevando a hidratação da pele

Fig.6- Resultados da utilização de 1 g de Morikol ao dia por 12 semanas

(Kim et al., 2018)


Você precisa estar logado para ver este conteúdo.
Após análise do cadastro, a Farmácia Artesanal se reserva no direito de não autorizar o acesso ao conteúdo técnico.
Conforme a RDC23/2008, art. 36 – Para a divulgação de informações sobre medicamentos manipulados é facultado às farmácias o direito de fornecer, exclusivamente, aos profissionais habilitados a prescrever.

Referências

Na escrita do post acessamos algumas referências de literaturas que se encontram neste link  Referências post.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas suas redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp