Os benefícios da ocitocina

A ocitocina é um neuropeptídeo  produzido no hipotálamo e possui um papel bem estabelecido nas contrações uterinas durante o parto e na ejeção do leite durante a amamentação.  Porém, inúmeros estudos comprovam a relação da ocitocina com comportamento, ansiedade, sexualidade e outros. Devido a isso, um levantamento de artigos científicos do ano de 2012 foi realizado a fim de validar os benefícios da ocitocina.  

Ocitocina versus Comportamento

Baixos níveis de ocitocina no líquido cefalorraquidiano (LCR), no plasma ou urina, mostraram estar associado com os traumas de infância, comportamento agressivo e tentativas de suicídio. Recentemente, discute-se a ligação da ocitocina no transtorno de personalidade borderline (TPB) que é caracterizado por experiências traumáticas na infância, comportamentos suicidas e agressividade.  Por isso Bertsch K et tal (2012),  compararam os níveis plasmáticos de ocitocina de mulheres com e sem TPB na fase folicular e avaliaram a relação entre a concentração de ocitocina e traumas de infância. Mulheres com diagnóstico de TPB  apresentaram reduzidas concentrações de ocitocina, mesmo após o controle de estrógeno, progesterona e ingestão de anticoncepcionais. Os resultados indicam disregulação  no sistema de ocitocina dos pacientes diagnosticados com TPB.

Outro estudo administrou 24 UI de ocitocina intra nasal em 69 homens saudáveis a fim de analisar o efeito do mesmo sobre estímulos emocionais e expressões faciais. Os resultados mostraram que ocitocina aumenta a atenção encoberta de rostos felizes, apoiando assim a hipótese de que ocitocina modula primeiros processos de atenção que pode promover comportamentos pró-sociais( DOMES G et al, 2012).

Ocitocina e Sexualidade

A ocitocina tem sido identificada como um dos principais mediadores da atração entre casais e a ligação entre eles e contribui para a manutenção de relacionamentos  monogâmicos. Um estudo randomizado controlado com placebo, fornece  a primeira evidência de comportamento que a administração intranasal de ocitocina estimula os homens a manterem um relacionamento monogâmico,  como também evitar uma proximidade maior (10-15cm)  de uma mulher atrativa em um encontro. Ainda fizeram uma descoberta inesperada através de uma abordagem baseada em fotografia  que também mostrou que os homens estimulados por ocitocina  em uma relação monogâmica se aproximam mais lentamente de  imagens de mulheres atraentes. Os resultados sugerem que a  ocitocina liberada durante um relacionamento monogâmico, pode promover a manutenção, fazendo com que os homens evitem interesse romântico por outras mulheres através de uma estreita abordagem de comportamento durante encontros sociais. Desta forma, ocitocina pode promover a fidelidade de casais monogâmicos (SCHEELE D et al,2012).

Ocitocina e Dependência do Álcool

A ocitocina também tem mostrado que na depência do álcool ela melhora a tolerância e reduz o sintomas de privação. Pedersen et al (2012), fizeram um ensaio duplo cego onde 7  depentes de alcool receberam 24UI de ocitocina intranasal e 4 receberam placebo por 3 dias. Todos os indivíduos tinham bebido muito a cada dia por pelo menos 2 semanas antes do estudo e haviam sido orientados a retirar, parar / diminuir o consumo de álcool. O grupo da ocitocina foi superior ao placebo na redução da retirada do álcool o que sugere que a ocitocina pode ser utilizada para tratamentos de dependência alcoólica.

Ocitocina e Ansiedade

Utilizando a maior amostra de ocitocina plasmática até o momento (N = 473), este estudo teve dois objetivos. Primeiro, descrever as distribuições  plasmáticas de ocitocina em homens e mulheres e, segundo, examinar as relações entre ocitocina e dois tipos de ansiedade – traço e ansiedade apego . Os resultados indicaram que os homens apresentaram significativamente maior média de ocitocina  que as mulheres (as mulheres: 327.13pg/ml, SD = 164,43; homens: 399,91, DP = 183,65; t = 2,57, p = 0,01). O traço de ansiedade foi menor entre os homens com maior ocitocina, mas não surgiram tais ligações para as mulheres, apoiando a hipotése de que a ocitocina possui efeitos ansiolíticos melhores em homens.  Além disso, as mulheres com valores extremos (≥ 988pg/ml) tinha três vezes a probabilidade de ser classificadas como altamente ansiosas (IDATE-T ≥ 45 (WEISMAN O et al, 2012).

Ocitocina e Melhor Desempenho no Esporte

Este trabalho mostrou  que existe um vasto suporte para ocitocina como um neuropeptídeo envolvido no estímulo de processos importantes ligados ao maior desempenho da equipe no esporte. A ocitocina está relacionada a processos biopsicológicos que visam a convergência de emoções e estados de espírito entre as pessoas,  e pode estar envolvida na formação da equipe de processos importantes no esporte como confiança, altruísmo, generosidade, coesão, cooperação, e motivação social, e também inveja e entusiasmo(PEPPING, GJ; TIMMERMANS ,EJ,2012).

Ocitocina e Esquizofrenia

 Foi realizado um estudo randomizado, controlado por placebo, para testar os efeitos do tratamento com ocitocina intranasal durante 14 dias, sobre os sintomas psicóticos e cognição social em pacientes com esquizofrenia. Os resultados mostraram que várias medidas de cognição social melhoraram significativamente ou quase significativamente no grupo da ocitocina (N = 11), mas não com placebo (n = 9) . Concluiu-se que a oxitocina pode diminuir determinados déficits cognitivos sociais que não são melhorados por medicações antipsicóticas atuais(PEDERSEN, CA et al , 2012)

Tempo de ação da Ocitocina, Estabilidade e Dosagem

Este estudo abordou a questão de quanto tempo os níveis de ocitocina permanece elevado no plasma após administração de spray intra nasal e também a influência da administração de ocitocina em hormônios esteróides endógenos e se tais alterações podem modular o comportamento social de uma maneira indireta. Oito homens saudáveis foram desafiados com uma única aplicação intranasal de 26 unidades internacionais de ocitocina. Alterações nos níveis plasmáticos de ocitocina no sangue, bem como os níveis de hormônios esteróides de testosterona, progesterona e estradiol foram avaliados em 5 pontos de tempo consecutivos ao longo de um período de 3,5 h (-5, 30, 90, 150, 210 min em relação a administração de ocitocina). Os  resultados deram provas de um aumento substancial dos níveis de ocitocina no plasma 30 minutos após administração intranasal, observada em 7 de 8 participantes. A média do tempo que a ocitocina permaneceu no plasma dos participantes foi 90 min após esse tempo em alguns indivíduos os níveis plasmáticos ainda ficou elevado em relação à amostragem até 150 min. Análises de hormônios esteróides mostrou um aumento ligeiro dos níveis de testosterona endógena 210 min após a administração de ocitocina. Os  dados confirmam descobertas anteriores de que a ocitocina administrada como um spray nasal entra na circulação sanguínea e  que a elevação dos níveis de ocitocina no plasma tem um tempo limitado. Os resultados sugerem que esta janela de tempo varia entre os indivíduos, mas que, para a dose usada, ela não se estende para além de 150 minutos após a administração. Os dados também fornece evidência preliminar de que a ocitocina intranasal tem um efeito potencializador sobre a testosterona em homens saudáveis(GOSSEN A, 2012).

 Outro estudo analisou a fotodegradação da ocitocina em λ = 253,7 nm e λ ≥ 290 nm  que resultou na transformação da ligação de dissulfureto intracadeias predominantemente dithiohemiacetal e tioéter. Especialmente o dithiohemiacetal é sensível à degradação adicional pela luz e / ou de temperatura elevada, o que implica que a combinação de um fotoestresse inicial e um estresse térmico posterior pode produzir produtos significativamente diferentes em comparação com as observadas em estresse por calor apenas. Conclui-se que a ocitocina trata-se de um hormônio sensível a temperatura e luz e que sua incorporação em produtos deve-se levar em conta esses fatores (MOZZICONACCI, O; SCHONEICH, C, 2012).

Este outro estudo analisou a dose da ocitocina intra nasal e a resposta dessas doses na diminuição do cortisol liberado no exercício vigoroso. 17 homens participaram deste estudo e foram divididos em 3 grupos; A recebem placebo, B recebeu ocitocina 24 UI e C recebeu ocitocina 48 UI). Os participantes fizeram exercício por 60 minutos e depois foi coletada a saliva a fim de dosar o cortisol.  Os resultados mostraram que os nivéis de cortisol no homens que utilizaram 24UI E 48 UI  foram os menores quando comparados ao placebo o que sugere que o efeito da ocitocina sobre o cortisol é dependente da dose (CARDOSO, C et al , 2012).

 

Faça o download do arquivo no link abaixo e saiba mais sobre o assunto.


Você precisa estar logado para ver este conteúdo.
Após análise do cadastro, a Farmácia Artesanal se reserva no direito de não autorizar o acesso ao conteúdo técnico.
Conforme a RDC23/2008, art. 36 – Para a divulgação de informações sobre medicamentos manipulados é facultado às farmácias o direito de fornecer, exclusivamente, aos profissionais habilitados a prescrever.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Bertsch, K et al.Reduced plasma oxytocin levels in female patients with borderline personality disorder. Horm Behav. 2012 Nov 28. pii: S0018-506X(12)00285-1. doi: 10.1016/j.yhbeh.2012.11.013.

 Cardoso,C et al.Intranasal oxytocin attenuates the cortisol response to physical stress: A dose-response study. Psychoneuroendocrinology. 2012 Aug 10. [Epub ahead of print]

 Domes G, et al.Intranasal oxytocin increases covert attention to positive social cues. Psychol Med. 2012 Nov 12:1-7.

 Gossen, A et al. Oxytocin plasma concentrations after single intranasal oxytocin administration – a study in healthy men. Neuropeptides. 2012 Oct;46(5):211-5. doi: 10.1016/j.npep.2012.07.001. Epub 2012 Aug 11.J Pharm Sci.2012 Sep;101(9):3331-46. doi: 10.1002/jps.23204. Epub 2012 May 23.

 Mozziconacci O, Schöneich C. Photodegradation of oxytocin and thermal stability of photoproducts. J Pharm Sci. 2012 Sep;101(9):3331-46. doi: 10.1002/jps.23204. Epub 2012 May 23.

 Pedersen, C.A et al,.Intranasal Oxytocin Blocks Alcohol Withdrawal in Human Subjects. Alcohol Clin Exp Res. 2012 Oct 1. doi: 10.1111/j.1530-0277.2012.01958.x. [Epub ahead of print]

 Pedersen, CA et al.Intranasal oxytocin reduces psychotic symptoms and improves Theory of Mind and social perception in schizophrenia .Schizophr Res. 2011 Oct;132(1):50-3. Epub 2011 Aug 15.

 Pepping GJ, Timmermans EJ.Oxytocin and the biopsychology of performance in team sports. ScientificWorldJournal. 2012;2012:567363. Epub 2012 Sep 10.

 Scheele, D et al, .Oxytocin Modulates Social Distance between Males and Females. Biol Psychol. 2012 Nov 28. pii: S0301-0511(12)00255-4. doi: 10.1016/j.biopsycho.2012.11.010

 Weisman, O et al.Plasma oxytocin distributions in a large cohort of women and men and their gender-specific associations with anxiety. Psychoneuroendocrinology. 2012 Sep 19. pii: S0306-4530(12)00302-2. doi: 10.1016/j.psyneuen.2012.08.011. [Epub ahead of print]

 

Veja outros artigos

Imunomodulação do sistema imune

Imunomodulação do sistema imune para uma resposta eficaz que pode atuar na prevenção e na redução de infecções das vias respiratórias.    O sistema imune

Sistema-Imune
Geriatria

Suplementação para reforço do sistema imune

Suplementação para reforço do sistema imune com diferentes moléculas propícia melhora da imunomodulação e pode atuar contra infecções das vias aéreas superiores por patógenos.  

2 comentários em “Os benefícios da ocitocina”

Deixe um comentário