Resultado de imagem para microagulhamento capilar Microagulhamento Capilar

O microagulhamento é uma inovadora terapêutica no tratamento da perda capilar melhorando, migração de fatores de crescimento (FG) e a microcirculação local.

A técnica de microagulhamento para tratar perda capilar, recentemente também conhecida como microinfusão de medicamentos pela pele (MMP) ou indução percutânea de colágeno (IPC). É uma alternativa terapêutica bastante difundida atualmente no desenvolvimento de novos vasos sanguíneos (neovascularização).

(Bao et al., 2017; Assis & Dantas, 2018; Hou et al., 2017; Spohr, 2018)

Tratamento da perda capilar com microagulhamento

No dia a dia do seu consultório, você pode estar buscando conhecer e inovar nas opções terapêuticas oferecidas aos seus pacientes bem como aderir o uso de terapêutica que agrega significativos resultados com o tratamento da perda capilar. E dessa forma auxiliar seu paciente na melhora na saúde e bem estar também dos fios.

O que é microagulhamento?

É uma técnica que permite uma melhora da infusão de medicamentos (drug delivery) em determinado local .

Induz formação de micro canais nas camadas superficiais, desenvolvendo um processo de inflamação controlado e assim, ativa não só as células mas também estimula a melhora da permeação da substância ativa, e com isso eleva a perfusão sanguínea, permitindo, significativa permeação do ativo no local aplicado.

(Contin, 2016; Sport, 2018; Alsalhi et al., 2020)

Melhorada permeação da substância ativa através de microcanais

Benefícios aumentados com microagulhamento

Absorção aumentada

O microagulhamento permite uma absorção ampla no tecido cutâneo e muito superior, cerca de 80 vezes maior quando comparado a aplicação tópica.

Eventualmente, desenvolver cicatrização e espessura de uma região tecidual, tem por resultado rejuvenescimento e melhora da funcionalidade tecidual.

Desenvolve moléculas da derme e epiderme

Desse modo através do processo de cicatrização estimulado, mudanças na camadas da derme e epiderme são induzidas por meio da regeneração tecidual (cicatrização) bem como, melhora densidade do estrato córneo e também a proliferação de fatores de crescimento (FG).

Eleva síntese de fatores de crescimento

O processo de cicatrização estimulado e também induzido pela síntese de fatores de crescimento com efeito pode também estimular produção não só de colágeno como também a elastina na derme.

Dessa maneira o processo natural de cicatrização induz plaquetas, neutrófilos e fatores de crescimento TGF-α, TGF-β, fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF).

Aumenta fluxo sanguíneo capilar

Decerto o microagulhamento também estimula surgimento de células na papila dérmica e inegavelmente o aumento do fluxo sanguíneo em torno dos folículos capilares é fator primordialmente importante para o desenvolvimento de novos fios bem como crescimento de fios novos fios fortes.

Além disso, o recrutamento de fatores de crescimento semelhantemente permite  indução de sinalização para melhorada restauração celular, a fim de induzir quebra de colágeno na superfície da derme como também síntese de colágeno no interior da epiderme.

(Contin, 2016; Iriate et al., 2017; Hou et al., 2017)

O que é drug delivery?

Por meio do drug delivery, o procedimento em síntese permitem que a princípio induzam microagulhas a formarem pequenos canais no tecido cutâneo, e desse modo através destes as substâncias ativas promovem penetração na derme e epiderme, direcionando resultados como também otimizados a terapêutica.

De acordo dados da literatura a permeação de ativos pode ser melhorada de 80  vezes por meio do drug delivry.

(Bao et al., 2017; Albano et al., 2018)

Por meio do microagulhamento o drug delivery é induzido e a permeação aumentada de ativos leva a resultados terapêuticos significativos

Microagulhamento estabiliza perda capilar

No entanto, o microagulhamento é usado não só para aumentar o drug delivery transdérmico (TDD) através da indução de poros no estrato córneo pela aplicação tópica de substância , como também eleva sua permeação no tecido cutâneo por cerca de 80 vezes.

Com efeito através do microagulhamento o drug delivery consegue ter um sinergismo, alcançando resultados significativos com o tratamento potencializando resultados.

(Bao et al., 2017; Albano et al., 2018)

Principais mecanismos do microagulhamento para tratar perda capilar

  • Em princípio libera fatores de crescimento derivados de plaquetas
  • Primordialmente estimular fatores de crescimento epidérmicos
  • Eventualmente ativa regeneração local com o procedimento
  • Com efeito aumenta número e tamanho dos folículos pilosos
  • De certo estimula fase anágena por induzir angiogênese (desenvolvimento de novos vasos sanguíneos) e vascularização ao redor dos folículos
  • Semelhantemente multiplica sítios de ação e de absorção transdérmica do ativo aplicado
  • Certamente consegue ativar células-tronco no bulbo capilar
  • Em síntese estimula  superexpressão de genes (Wnt3a e Wnt10-b) relacionados ao desenvolvimento de novos fios
  • Certamente eleva a ação de fator de crescimento endotelial vascular
(Contin, 2016; Sport, 2018; Alsalhi et al., 2020; Wipf et al., 2018; Bao et al., 2017; Assis & Dantas, 2018; Hou et al., 2017)

Microagulhamento para tratar perda capilar

A aplicação é direcionada ao tecido cutâneo e é difundida através dos canais induzidos pelo microagulhamento. A seguir a substância é metabolizada, absorvida de modo localizado no couro cabeludo estimulando queratinócitos na epiderme e derme.

(Sport, 2018; Alsalhi et al., 2020; Bao et al., 2017; Hou et al., 2017)

Resultados do microagulhamento na perda capilar 

Microagulhamento aumenta absorção local de minoxidil

60 homens com idade de 20 a 50 anos portadores de alopecia androgenética (AGA). Foram randomizados e avaliados por 24 semanas. Avaliou-se a eficácia do microagulhamento associado a aplicação tópica de solução de minoxidil a 5%.

Os resultados foram obtidos nas semanas 12 e 24 após início do tratamento. Foram realizadas 12 seções com intervalos de 2 semanas, com aplicação de 2 mL de minoxidil a 5%.

  • Grupo 1: 20 indivíduos utilizaram solução tópica minoxidil 5%, com aplicação de 1 mL de minoxidil 5%, 2 vezes ao dia durante o estudo

Fig. 1- Resultados antes e após a aplicação apenas tópica de minoxidil

apenas aplicação de mxd tópico
 
  • Grupo 2: 20 indivíduos tiveram uso somente de microagulhamento

Fig. 2- Resultados antes e após apenas procedimento de microagulhamento

  • Grupo 3: 20 indivíduos fizeram uso de microagulhamento associado ao uso de solução minoxidil a 5%

Fig. 2- Resultados antes e após procedimento de microagulhamento associado a aplicação tópica de minoxidil a 5%

Resultados antes e após procedimento de microagulhamento associado a aplicação tópica de minoxidil a 5%

Vantagens do microagulhamento para tratar perda capilar

  • Em síntese é considerada uma excelente opção terapêutica
  • Em suma é uma técnica minimamente invasiva
  • Procedimento simples
  • Excelente custo/benefício
  • Excelentes resultados
  • Resultados rápidos
  • Procedimento seguro
(Sport, 2018)

Possíveis reações adversas do microagulhamento capilar

  • Dor local
  • Prurido;
  • Vermelhidão local
  • Infecções
  • Aglomeração de linfonodos região auricular e cervical
  • Eczema
  • Dermatite seborreica
  • Aumento de produção de caspa
 (Bao et al., 2017; Spohr, 2018)

Referências

Na escrita do post acessamos algumas referências de literaturas que se encontram neste link Referências post.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas suas redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp