despigmentante de ação natural

O que é?

Whitessence® é um agente despigmentante de ação natural, extraído das sementes da jaca asiática. As proteínas específicas de Whitessence® impedem a transferência de melanina dos melanócitos para os queratinócitos.

A redução de melanina na superfície cutânea resulta em clareamento e excelente uniformização da pigmentação. Através dessas comprovações científicas e com o embasamento das propriedades clareadoras da semente da jaca, a empresa francesa Lucas Meyer desenvolveu o Whitessence®.

Este é um ativo 100% natural, hidroquinona-free, com eficácia satisfatória na ação despigmentante no período de 2 meses. Gera homogeneidade da pigmentação cutânea e ainda luminosidade.

Segundo estudo avaliando, a coloração cutânea realizado em 170 mulheres de 11 a 26 anos evidenciou os resultados da uniformização do tom de pele facial das participantes. Sendo este induzido pela distribuição de melanina e hemoglobina e os resultados influenciadores da aparência relacionada a idade, aparência física, jovialidade e uma pele saudável (Matts et al., 2007).

Aplicação

Mecanismo de ação

O processo da melanogênese se dá quando os melanossomas vesículas contendo a melanina são transferidos para os queratinócitos vizinhos, que transportam estes até a epiderme, gerando a pigmentação, sendo está ordenada e bem distribuída em todo o tecido cutâneo.

A melanina é transportada para os queratinócitos por meio de fagocitose e quando presente nos queratinócitos a melanina desenvove a pigmentação.

(SILVA & FERNANDES, 2019; SMIT et al., 2009)

Resumidamente seu mecanismo acontece por meio da:

    • Inibição da fagocitose dos melanossomas;
    • Inibição da transferência de melanina para os queratinócitos.

Dosagem usual

Recomenda-se uso 1-3%.

Estudos

Estudo in vivo, com 21 mulheres asiáticas em 21 mulheres asiáticas, com idade entre 35 a 60 anos, após 2 a 3 meses de aplicação duas vezes ao dia na face de Whitessence® a 2%. Cada voluntária realizou seu próprio controle (Matts et al., 2007). Resultados:

    • 81% de clareamento cutâneo;
    • 90,5% de diminuição da intensidade das áreas pigmentadas;
    • 76,2% de redução na irregularidade da hiperpigmentação;

Avaliação por Cromametria: *ITA: Angulo tipológico individual (caracterização da cor da pele) *L: Luminosidade (relativo ao brilho cutâneo)

    • Apos 2 meses: Resultados apontam para a diminuição da hiperpigmentação cutânea.
    • Após 3 meses, os resultados foram mais satisfatórios, +15,2% e +2,8% respectivamente.

Referências

Na escrita do post fizemos o uso de algumas referencias de literaturas que se encontram neste Referências post.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas suas redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp