Benefícios do chá verde

Segundo um estudo publicado em junho deste ano , o chá verde quando encapsulado com bifidobactérias aumenta a sobrevivência das mesmas.

Simbióticos e seus benefícios

Atualmente, utiliza-se a encapsulação dos probióticos com prebióticos, formando o que chamamos de simbióticos que ajudam aumentar a resistência desses microorganismos ao suco gástrico e promover o crescimento dessas cepas benéficas.

Sabe-se que  os prebióticos e principalmente os FOS podem também proporcionar o crescimento de bactérias patogênicas  como Eubacterium biforme e Clostridium perfrins,  o que nos leva a crer que novas alternativas  para estimular o crescimento de probióticos são necessários.

 

Relevância do ácido clorídrico

O ácido clorídrico por sua vez,  é um dos agentes fisiológicos que mais mata microorganismos probióticos encapsulados isolados. Portanto, alternativas que possam aumentar sua sobrevivência no organismo são sempre muito bem vindas.

O objetivo  principal do estudo foi avaliar o efeito protetor do extrato de chá verde quando encapsulado com bifidobactérias. 

Evidência científica dos benefícios

O resultado do estudo mostrou que houve um significativo aumento  na sobrevivência das bactérias probióticas  encapsuladas com chá verde a 10%  durante o armazenamento a 4 ° C.  E que bifibactérias encapsuladas com chá verde a 5% e 10% mostraram uma sobrevivência significativamente (P <0,05) melhorada sob simulados gástricos (pH 2,0, 2 h) e uma solução de bile (3%, 2 h), quando comparadas as que foram encapsuladas sem chá verde.

Os resultados deste estudo sugerem que o chá verde exerce um efeito protetor de bactérias durante a exposição a condições gastrointestinais ( ácido clorídrico)  e armazenamento refrigerado.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas suas redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp