rana-sawalha-IhuHLIxS_Tk-unsplash

Melhora dos níveis de testosterona está relacionada desejo e função sexual melhorados, aumento da disposição, massa muscular e energia.

Embora o processo de envelhecimento seja um fenômeno biológico, que por consequência, pode promover mudanças fisiológicas, psicológicas como também hormonal. Aumento da testosterona pode ser uma alternativa terapêutica para a manutenção dos níveis séricos ideais de testosterona.

Acima de tudo em homens está especialmente, ligada a redução dos níveis de testosterona como também falta de libido.

(Snyder et. al., 2016; McBride et. al., 2016)

O aumento da testosterona afeta diversos sistemas

Você pode estar se deparando com um cansaço demasiado, falta de vigor para as atividades que, anteriormente, eram prazerosas e agora você se sente sem vitalidade. Essa condição pode ser influenciada pelos reduzidos níveis de testosterona.

Entretanto, a suplementação com testosterona pode ser uma alternativa para contornar essa condição bem como melhorar esses sintomas.

(Snyder et. al., 2016; McBride et. al., 2016; Decaroli; Rochira, 2017; Saad, 2017)

Testosterona na saúde do homem

Inegavelmente, a testosterona pertence a classe de hormônios androgênicos e encontra-se comumente em altas concentrações no organismo masculino.

Normalmente, está relacionada ao desenvolvimento de características masculinas, como também aumento de massa muscular e envolvida especialmente, no controle de funções sexuais.

(Diem et al., 2020; Park et al., 2019)

Testosterona e o envelhecimento

Conforme os anos vão passando, junto ao envelhecimento também surgem alterações fisiológicas bem como biológicas e dessa forma níveis séricos de hormônios podem apresentar-se reduzidos no público masculino a partir dos 50 anos.

Afim de aumentar os níveis de testosterona tem-se a necessidade de terapia de reposição hormonal (TRH) bem como a suplementação para estímulo da síntese de testosterona a fim de manter suas concentrações dentro do ideal.

(Salter; Mulhall, 2019; Park et al., 2019; Saad, 2017)

Reposição hormonal para aumento da testosterona

Primordialmente a terapia reposição de testosterona tem por finalidade manter os níveis hormonais adequados e com isso reduzir os prejuízos que ocorrem quando esses níveis encontram-se abaixo do normal.

Todavia as preparações de testosterona disponíveis permitem uso não apenas oral, mas também transdérmico. Contudo, a personalização da terapêutica permite adequar o tratamento e fazer o uso da forma farmacêutica que melhor se adeque a rotina do paciente.

Uso transdérmico

Embora possa ser utilizado em variadas formas farmacêuticas o uso tópico e transdérmico de testosterona tem apresentado excelentes resultados no aumento dos níveis plasmáticos e com isso tem por resultado redução de sinais e sintomas.

(Park et al., 2019; Mazer, 2000)

Benefícios da suplementação

  • Comumente também é utilizada para promover aumento da massa magra
  • Por conseguinte pode melhorar densidade mineral óssea bem como composição corporal
  • Ademais melhora da libido e função sexual
  • Além disso pode melhorar humor como também função cognitiva
  • Sobretudo por outro lado pode contribuir na redução da síndrome metabólica.
(Diem  et al., 2020; Saad, 2017; Decaroli; Rochira, 2017)

Diversos benefícios

Embora os níveis fisiológicos ideais de testosterona esteja entre as escolhas terapêuticas para homens e mulheres, sendo decerto cada caso avaliado. Sobretudo em homens está relacionado primariamente e secundariamente ao hipogonadismo, já em mulheres menopausadas relaciona-se a a normalização dos níveis de testosterona.

(Salter; Mulhall, 2019)

Diferentes sistemas são afetados pela aumento da testosterona

Eventualmente, após 3 a 6 meses de suplementação com testosterona pode ocorrer não só melhora da libido e da função sexual, como também  massa e gordura corporal. No entanto tem-se necessidade de maior período de tempo para em segundo lugar melhorar também a densidade óssea.

(Diem  et al., 2020; Park et al., 2019)

Contraindicação

Embora a testosterona seja viável como também benéfica para tratamento de diversas desordens do organismo, pois é citado em diversas literaturas que deve-se ter cuidado na indicação para pacientes com câncer de próstata.

(Park et al., 2019)

Estudo

Suplementação com testosterona na melhora da função sexual

De acordo com um estudo placebo controlado, com 470 homens com idade acima de 65 anos. Com queixa e portadores de baixa libido, dessa forma avaliou-se os efeitos da testosterona em gel durante 1 ano tendo por finalidade aumento da atividade desejo e sexual e função erétil.

Todavia a avaliação da função sexual foi realizada através de questionário (derogatis) realizado a cada 3 meses durante o tratamento.

Como resultado

  • A suplementação com testosterona a princípio aumentou níveis de testosterona total e livre, como também de estradiol, foi observado e associado à melhoras na atividade e desejo sexual, embora na função erétil essa melhora não foi pronunciada.
  • Conforme os resultados da pesquisa o uso da testosterona aumentou de forma significativa 10 das 12 medidas de atividade sexual de acordo com a fig.

Fig. Frequência média diária dos itens do questionário por grupo de tratamento

(Cunningham, 2016)

Você precisa estar logado para ver este conteúdo.
Após análise do cadastro, a Farmácia Artesanal se reserva no direito de não autorizar o acesso ao conteúdo técnico.
Conforme a RDC23/2008, art. 36 – Para a divulgação de informações sobre medicamentos manipulados é facultado às farmácias o direito de fornecer, exclusivamente, aos profissionais habilitados a prescrever.

Referências

Na escrita do post acessamos algumas referências de literaturas que se encontram neste link Referências post.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas suas redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp