Reallagen

Reallagen, booster biomimético de colágeno tipo III com excelente afinidade e biocompatibilidade com o tecido cutâneo, potente agente antiaging

Reallagen foi desenvolvido com características semelhantes aquelas contidas no colágeno humano. Produzido através de um processo biológico que utiliza-se da molécula do colágeno humano como molde. Reallagen é um booster biomimético de colágeno tipo III não só excelente afinidade como também biocompatibilidade com o tecido cutâneo, potente agente antiaging, fotoprotetor e reduz marcas de expressão.

Reallagen possui em sua composição o poli peptídeo SH, são peptídeos desenvolvidos por processos de biotecnologia em células vivas

Líquido: INCI name: Sh-polypeptide-123, Water, Glycerin, 1,2-Hexanediol.
Esfera: INCI name: Sh-polypeptide-123, Pullulan, Mannitol, Trehalose, Sodium Hyaluronate.

(Literatura do fabricante: Jland Biotech)

Caracterização da molécula de Reallagen

Reallagen é uma molécula de origem não animal (figura 2) com capacidade para a aumentar os níveis de colágeno tipo III, possui ainda atividade antiaging, estimula a síntese de fibroblastos, sendo ainda eficiente no processo de cicatrização e hidratação cutânea, conseguindo penetrar no extrato córneo.

(Literatura do fabricante: Jland Biotech)

Fatores e influencias da perda de colágeno

Substâncias que conseguem atenuar o processo de envelhecimento é primordial, principalmente numa era em que os padrões de estética corporal, visual e exigências com a aparência encontram-se tão elevados. A redução de rugas tem sido uma grande demanda do mercado consumidor, tanto masculino quanto feminino.

O processo de envelhecimento não é só inevitável como também é influenciado por fatores intrínsecos, nesse processo acontece alterações funcionais e morfológicas (rugas finas) ou extrínsecos, desencadeando alterações morfológicas e funcionais, irregularidades pigmentares, fatores ambientais, tabagismo, má nutrição e exposição solar. Todos esses fatores levam a mudanças no tecido e consequentemente na sua funcionalidade do tecido.

(Ganceviciene et al., 2012; Song et al., 2017; Ortolan et al., 2013; Ahmed et al., 2017; Ali Bahar et al., 2004)

Prejuízos com o processo de envelhecimento cutâneo

O processo de envelhecimento (figura 1) promove perda de elasticidade, reduzida taxa de renovação celular, menor vascularização, irregularidades na atividade das glândulas e na cicatrização, disfunções na barreira cutânea, maior fragilidade, estando mais susceptível a traumas e perda de função.

A utilização de moléculas que atuam na melhora da funcionalidade e fisiologia do tecido leva a resultados excelentes nos cuidados com a pele, reduz marcas de expressão e também rugas.

(Song et al., 2017; Ortolan et al., 2013)

Figura 1- Influência do tempo e a quantidade de colágeno sobre a pele humana

Pessoas pele
Fonte: Literatura técnica do fabricante: Jland Biotech.

Uma das características do envelhecimento é a perda de colágeno, que com o passar do tempo é maior essa perda, levando consequentemente a enrugamentos e aspecto de pele envelhecida. Os diferentes tipos de colágeno (I, II e III) são essenciais para a estabilidade mecânica, elasticidade e resistência do tecido cutâneo.

(Arseni et al., 2018; Shin et al., 2019; Ortolan et al., 2013)

Benefício da preservação da quebra do colágeno

Os colágenos mais abundantes são os colágenos intersticiais (tipos I, II e III) e os colágenos tipos V e XI. Principais funções consistem em fornecer suporte estrutural, equilíbrio das forças de tração e permitir o deslocamento celular.

(Silva et al., 2012; Arseni et al., 2018; Yang et al., 2004; Shin et al., 2019; Ortolan et al., 2013)

O colágeno tipo III (7 a 15%) está presente em diferentes tecidos, porém em menor quantidade que o colágeno tipo I (80 a 90%), ambos estão presentes na matriz extracelular.

Na epiderme o colágeno tipo III promove maior elasticidade e equilíbrio no tecido cutâneo e ainda associado ao colágeno tipo I melhora a aparência da pele e previne e trata o fotoenvelhecimento.

(Yang et al., 2004; Shin et al., 2019)

Evidencias dos benefícios de níveis aumentados de colágeno

Shin e colaboradores (2019) apontaram que níveis aumentados de colágeno, leva a redução de rugas, linhas de expressão e fotoenvelhecimento por meio de alterações na expressão de genes que elevam a quantidade de colágeno sobre a pele. O uso de ácido retinóico propiciou estímulo da síntese de pró colágeno I e III, resultando em melhora da aparência da pele.

O uso de Reallagen promoveu acelerada recuperação da pele enrugada e das linhas de expressão de 40 a 60% (figura 3). Outro benefício é a melhora da capacidade de regeneração e reparação tecidual( figura 4), estimulando células da epiderme, fatores de crescimento, migração e proliferação de fibroblastos, além de ainda promover melhora no processo de cicatrização, hidratação e síntese de colágeno.

(Literatura técnica do fabricante: Jland Biotech)

Indicação e benefícios

  • Penetração ao extrato córneo (80 a 90%);
  • Reduz as rugas e linhas de expressão de 40 a 60%;
  • Preserva a estrutura do extrato córneo;
  • Propriedade antiaging;
  • Aplicação após o uso de procedimentos estéticos;
  • Melhora a função de barreira;
  • Estimula o desenvolvimento de células da epiderme;
  • Capacidade de regeneração e reparação tecidual;
  • Estimula a migração e proliferação de fibroblastos;
  • Agiliza o processo de cicatrização e hidratação cutânea;
  • Eleva a expressão de colágeno sobre a pele.
(Ali Bahar et al., 2004; Ahmed et al., 2017; Literatura do fabricante: Jland Biotech)

Diferencial

  • Ausência de conservantes;
  • Alta solubilidade e dispersão em água;
  • Não alergênico;
  • Produto vegano e GMO free.

Possíveis reações adversas

Não foram relatados até o momento.

Evidência de estudo

1. Desenvolvimento celular – Quando utilizado a uma concentração a 10% o Reallagen promoveu efeito superior, comparado ao colágeno de origem animal, auxiliando no desenvolvimento de células epidérmicas.

Figura 2- Comparação dos efeitos da proliferação celular após o uso de colágeno de origem animal e Reallagen
Legenda

OD: densidade óptica

origem do colageno

Fonte: Literatura técnica do fabricante: Jland Biotech

2. Propriedade antirrugas e pode reduz marcas de expressão- A ação antirrugas foi analisada em períodos diferentes, após a aplicação de Reallagen e comparado o seu efeito na redução de rugas e linhas de expressão.
Após seis semanas de aplicação é possível notar diferenças significativas com a aplicação e após várias semanas de aplicação é possível perceber que os resultados são elevados e reduz marcas de expressão

A redução de rugas e linhas de expressão foi possível perceber após 8 semanas (40%) e após 10 semanas, os resultados foram superior a 60%.
Figura 3- Efeitos sobre a redução de rugas com uso de Reallagen que também reduz marcas de expressão

reduz marcas de expressão
Fonte: Literatura técnica do fabricante: Jland Biotech

Figura 4- Comparação de redução de rugas após uso de Reallagen

reduz marcas de expressão
Fonte: Literatura técnica do fabricante: Jland Biotech

3. Aumento de expressão de fatores de crescimento – Em análise experimental com tecido umbilical humano foi demonstrado que o uso de Reallagen estimula o aumento da liberação de fatores de crescimento e ainda de outros genes que acelera o processo de cicatrização tecidual.

Posologia e preparo do Reallagen esfera

1- Após a limpeza do frasco e romper o lacre, seguir com a abertura do frasco;
2- Retirar a tampa e adicionar de 1 a 2 mL de água destilada ou soro fisiológico, agitar por 5 segundos ou até dissolver;
3- Aplicar sobre a pele espalhando de modo uniforme (de modo circular), na face, pescoço e mãos.


Você precisa estar logado para ver este conteúdo.
Após análise do cadastro, a Farmácia Artesanal se reserva no direito de não autorizar o acesso ao conteúdo técnico.
Conforme a RDC23/2008, art. 36 – Para a divulgação de informações sobre medicamentos manipulados é facultado às farmácias o direito de fornecer, exclusivamente, aos profissionais habilitados a prescrever.

Referências

Na escrita do post fizemos o uso de algumas referências de literaturas que se encontram neste link Referências post.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas suas redes sociais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp